domingo, 17 de novembro de 2013

Olá amigos (as) da profissão e que gostam do assunto de imagens, televisão e internet. Antes de existir a rede mundial de computadores, qualquer produção de vídeo tinha por objetivo ser mostrado na televisão. Com a internet isto mudou radicalmente, atualmente qualquer vídeo seja uma produção "caseira" como uma produção profissional, tem inúmeros "canais de exibição" via rede. Os dispositivos móveis tipo celulares, tablets e notebooks com wifi permitem "compartilhar" a sua produção com todos em poucos segundos. Isto é ótimo pois houve uma "democratização" das informações e elas não ficam mais "presas" nas mãos de grupos econômicos! Meu desejo através deste blogger é passar a experiência que tenho em quase 40 anos trabalhando em televisão e sempre com imagens, para todos vocês através de um "curso livre"! Aguardem, tem novidades por aí!



terça-feira, 8 de março de 2011

Curso Livre de Operador de Câmera

O curso livre para operador de câmera upe com dicas de iluminação para TV., em breve, no momento em fase de elaboração. Obrigado



Carga Horária: 36 horas
Duração: 1 mes
(duas opções de carga horária)


 informações: lord.pfportugues@gmail.com


EXPLOSÃO DE CURSOS PARA OPERADOR DE CÂMERA EM SÃO PAULO

A cidade de São Paulo abriga um centro de produção audiovisual com muitas produtoras de vídeo e as seis principais "cabeças de rede" de Tv que geram notícias para o Brasil inteiro, não só de matérias factuais (do dia a dia), mas assuntos importantes e acontecimentos que repercutem no país. Neste cenário a cada dia surgem "cursos para operadores de câmera", com conteúdo duvidoso e preços "salgados".

AV. PAULISTA - SP. grande concentração de torres de rádio e televisão

Em um desses cursos por exemplo, com a duração de um dia, o custo (que eles chamam de "investimento") é de 750 reais. Os temas abordados no curso pela complexidade do tópico, dificilmente serão de utilidade e relevância ao profissional da câmera nas gravações externas. Já, temas importantes e práticos são ignorados pela maioria dos cursos oferecidos. 

que caminho profissional seguir?
DICA > Avalie sua necessidade de aprendizado e procure conhecer o que esses cursos tem a oferecer. Se eles representam um trabalho sério de ensino ou apenas uma forma de "alguém", de uma maneira fácil, ganhar o seu dinheiro!



sexta-feira, 4 de junho de 2010

QUEM CONTROLA A MÍDIA NO BRASIL?

Em geral o controle da mídia no Brasil está nas mãos de algumas poucas famílias.




O mercado de trabalho é bem reduzido (para jornalistas e radialistas) pois não é todo dia no país, que abre um novo jornal, revista, emissora de rádio ou televisão.

GRUPO 1

O primeiro grupo – “cabeças-de-rede” – são os veículos de comunicação controlados por famílias. As redes nacionais de comunicação incluem emissoras de rádio e TV, jornais e revistas de circulação nacional.

Organizações Globo – família Marinho
Rede Record – Edir Macedo e Bispos da IURD
Sistema Bandeirantes de Comunicação – família Saad
Sistema Brasileiro de Televisão – família Abravanel
Rede Tv - Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho
Radio e Televisão Cultura - Governo do Estado SP.
Tv Gazeta - Fundação Cásper Líbero
Grupo Estado (Estadão) – família Mesquita
Grupo Folha de São Paulo – família Frias de Oliveira
Grupo Abril – família Civita (70% do mercado de revistas do país).

Alguns desses grupos controlam também portais na internet e agências de notícias: UOL/Grupo Folha - PORTAL G1/Globo - AGÊNCIA ESTADO/Grupo Estado - PORTAL R7/Record - CANAIS DE NOTÍCIAS, GLOBONEWS, RECORNEWS E BANDNEWS

GRUPO 2

O segundo grupo é composto por grupos nacionais e regionais com presença econômica expressiva. Os principais são:

EPTV - família Coutinho Nogueira (4 emissoras - SP/Sul de Minas)
Tv Tem - J. Hawilla (4 emissoras regionais - SP)
Grupo RBS - família Sirostski no Sul do país
Gazeta Mercantil em SP
Organizações Jaime Câmara em Goiás e Tocantins
Jornal do Brasil no DF - Nelson Tanure
Gazeta Mercantil em SP

GRUPO 3

O terceiro grupo é composto por grupos regionais de afiliados às redes nacionais de TV e pertencem às oligarquias regionais que, obviamente controlam tanto o poder econômico, quanto o político.
Embora vinculados às redes nacionais de TV, esses grupo locais controlam todo o sistema de comunicação regional por meio de inúmeras rádios e jornais, principalmente Norte e Nordeste

Ceará - família Jereissati (Tasso Jereissati – PSDB)
Rio Grande do Norte - família Maia (Jose Agripino Maia – DEM) e família Alves (Garibaldi Alves Filho – PMDB)
Bahia - família Magalhães (deputado ACM Neto – DEM)
Maranhão - família Sarney (José Sarney – PMDB)
Alagoas - família Collor (Fernando Collor de Mello – PRTB)
Sergipe - família Franco (Albano Franco – PSDB)
Pará - família Pires (Vic Pires – DEM)

GRUPO 4

O quarto grupo é composto por pequenos grupos regionais de TV, rádio e jornais ou ainda por veículos de pequena participação no mercado de mídia, mas que muitas vezes são apêndices de fortes grupos que atuam em outros ramos da economia. Esses pequenos grupos de mídia estão também, em sua maioria, sob controle do poder local. É por isso que nos municípios do interior do país, o dono da rádio local é também o chefe político municipal.

fonte: http://www.abraconacional.org/

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

D2 VIDEO PRODUÇÕES


CATEGORIA: Produtora de Vídeo

NOME MAIS CONHECIDO: D2

ALCANCE: nacional

PORTE: médio

HISTÓRIA: D2 é uma empresa com expertise na captação e transmissão de imagens ao vivo e simultânea para o mercado broadcast, tem mais de 20 anos de atuação e seus fundadores são JUNIOR DANIELETTO e RAUL DEL BIANCO (já falecido). O Junior é o dono atual.


LOCALIZAÇÃO: Fica localizada na VILA ANASTÁCIO em SÃO PAULO - capital - bem próximo da MARGINAL TIETÊ, EM UMA REGIÃO DOMINADA POR GRANDES TRNSPORTADORAS DE CARGAS. RUA Martinho de Campos, 301


ÁREA DE TRABALHO: A D2 por ser uma produtora que não produz conteúdo, mas atende clientes potencialmente fortes, tá sempre precisando de profissionais para trabalhar no sistema free-lancer.
ENTRE SUAS ATUAÇÕES A D2 PODE ESTAR EM UMA DECISIVA FINAL DE TORNEIO ESPORTIVO, UM GRANDE SHOW MUSICAL OU A COBERTURA DE ALGUM EVENTO CULTURAL, POLÍTICO IMPORTANTE.
Cada cliente da D2 precisa de gente para trabalhar, seja em futebol, programas de tv diversos, realitys shows e etc. Seus principais clientes são Canais GLOBOSAT, REDE RECORD, ESPN BRASIL, SBT, TV CULTURA, GRUPO ABRIL, etc. - veja mais no site da produtora; http://www.d2.com.br/index.html

PÓS E CONTRAS: É uma estrutura de média para grande, possui vários caminhões de transmissão ao vivo com equipamentos novos. Tem muito trabalho por lá. Classifico como uma produtora boa para se trabalhar e um bom referencial no mercado de vídeo.

AVALIAÇÃO: nota 08 (oito)

AMBIENTE DE TRABALHO: 3 estrelas

REALITY SHOWs


PARA QUEM É PROFISSIONAL DE TELEVISÃO, OS "REALITYs SHOWs" TOMARAM CONTA DAS GRANDES REDES DE TELEVISÃO EM 2009 E 2010. O BIG BROTHER DA TV GLOBO É REALIZADO NO RIO (PROJAC), E A FAZENDA DA REDE RECORD É PRODUZIDO NO INTERIOR DE SÃO PAULO (ITÚ). MUITA GENTE TEM SE EMPREGADO NESTES REALITYs. SÓ PARA SE TER UMA IDÉIA, A REDE RECORD VIA UMA PRODUTORA DE VÍDEO DE SP. EMPREGA EM MÉDIA 60 OPERADORES DE CÂMERA, SEM CONTAR AUXILIARES, ILUMINADORES, PESSOAL DE PRODUÇÃO, ETC, ETC, ETC. TUDO ISTO EM QUATRO TURNOS DE SEIS HORAS, COBRINDO 24 horas NO AR (PAY-PER-VIEW TVA).
E NESTE ANO DE 2010 ESTÁ PREVISTO A REALIZAÇÃO DE MUITOS OUTROS REALITYs PELO SBT, REDE TV e BANDEIRANTES. ESTAREI DANDO DICAS PARA OS PROFISSIONAIS QUE ESTÃO PARADOS!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009


CATEGORIA: Rede de Televisão

NOME MAIS CONHECIDO: REDE GOSPEL

ALCANCE: nacional e internacional - via satélite e internet


PORTE: pequeno porte


HISTÓRIA: A Rede Gospel tem a Fundação Evangélica Trindade como sua gestora, mas é conhecida como a Tv da família Hernandez onde tem o apóstolo Estevan Hernandez e a bispa Sonia Hernandez como reais proprietários. A concessão dada à Fundação Trindade é de sinal aberto em UHF para a cidade de São Paulo, mas o principal meio de transmissão da emissora é através das operadoras de tv à cabo (TVA, NET, etc.). A emissora faz parte do chamado "bloco de emissoras evangélicas", formada principalmente pelas igrejas UNIVERSAL DO REINO DE DEUS (Record, Rede Mulher, Rede Família), IGREJA DA GRAÇA (Rit), etc. Em termos de oportunidades de trabalho não há muito que falar, ou seja, quase não há vagas por lá e quando aparecem são preenchidas por indicação de alguém de lá de dentro da emissora. Possuem uma grade de programação variada, mas a quase totalidade com programação regiliosa.

LOCALIZAÇÃO: Av. Lins de Vasconcelos no bairro do Cambucí, bem próximo da sede da igreja que demoliu há pouco tempo. Fácil acesso ao local.

ÁREA DE TRABALHO: basicamente produção de programas.
Não há equipes de jornalismo.

PÓS E CONTRAS: é um lugar tranquilo de trabalhar uma vez que a produção é pequena, não há atraso de salários, alguns benefícios e não há preconceito para o profissional que não for da igreja. Não pagam horas extras (banco de horas) e em geral respeitam a carga horária. Mas é preciso tomar cuidado com posturas e atitudes uma vez que os cargos de confiança são preenchidos por pessoas ligadas diretamente aos fundadores da Igreja. A avaliação do profissional é feita muito mais pela sua ligação com alguém influente da igreja, do que pela capacidade e experiencia que possui. Aliás esta é uma característica em quase todas as emissoras evangélicas no Brasil. As pessoas ocupam cargos porque são amigos ou parentes do pastor ou do bispo tal.

AVALIAÇÃO: nota 05 (cinco)

AMBIENTE DE TRABALHO: 2 estrelas



domingo, 20 de abril de 2008

CAMPANHA POLÍTICA


FOTO ILUSTRATIVA

2010 vem aí

DE DOIS EM DOIS ANOS, OS PROFISSIONAIS DA CÂMERA TÊEM A OPORTUNIDADE DE PARTICIPAREM DE UMA CAMPANHA POLÍTICA, SEJA PARA PREFEITOS, DEPUTADOS ESTADUAIS, GOVERNADORES E PRESIDENTE.

A CAMPANHA VALE A PENA FAZER SÓMENTE PARA PROFISSIONAIS QUE ESTÃO PARADOS NO MERCADO DE TRABALHO, PARA QUEM TEM UM TRABALHO FIXO COM OU SEM CARTEIRA ASSINADA NÃO DEVE SE ARRISCAR A FAZER, UMA VEZ QUE A CAMPANHA POLÍTICA DURA EM MÉDIA DE DOIS A TRÊS MESES.

EM SÃO PAULO O SALÁRIO MENSAL DE UM OP. DE CÂMERA PARA UMA CAMPANHA PARA A PREFEITURA É DE R$ 10 MIL REAIS, COM UMA CARGA HORÁRIA DE DOZE HORAS POR DIA (MÉDIA)

PARA UMA CAMPANHA DE GOVERNADOR OU PRESIDENCIAL, O SALÁRIO ESTÁ EM TORNO DE R$ 13 A 15 MIL REAIS.

O ANO DE 2010 É UM ANO ELEITORAL E A PARTIR DE MAIO AS PRODUTORAS DE VÍDEO COMEÇAM A PROCURAR OS PROFISSIONAIS DISPONÍVEIS PARA O TRABALHO POLÍTICO. MEXA-SE !!