sexta-feira, 16 de novembro de 2007

GTEC - Produtora de Video

CATEGORIA: Produtora de Vídeo

NOME MAIS CONHECIDO: GTEC

ALCANCE: nacional

PORTE: pequeno

HISTÓRIA: A Gtec é um desdobramento da antiga GLOBOTEC que pertenceu à Tv Globo de São Paulo (Rede Globo) até a década de 80. A produtora GTEC, que tem uma história de relação com a Globo. Nelson Gomes, proprietário da produtora, trabalhou durante 15 anos na Globotec.

LOCALIZAÇÃO: Bairro Cerqueira César em São Paulo, na Rua Maria Antonia, uma travessa da Av. da Consolação - próximo ao Campus do Mackenzie.

ÁREA DE TRABALHO: Produz vídeos institucionais para diversas empresas, ultimamente tem se dedicado à produção de vídeos de saúde, cosmetologia e beleza - produz um programa muito assistido pelos cabeleireiros (as) de todo o Brasil, pelo sinal da Rede TV - TV TAIFF

PÓS E CONTRAS: É uma estrutura pequena porém com muito trabalho. Mas a diária para free-lancers não é boa, "choram" para bater o martelo e quando fecham com o profissional "arrancam o couro". O parentesco entre pessoas na direção da produtora atrapalha qualquer negociação de salário.

AVALIAÇÃO: nota 04 (quatro)

AMBIENTE DE TRABALHO: 2 estrelas

3 comentários:

juninhoboi disse...

ola tudo bem ! me chamo odair lopes junior ! uma vez eu bati umas fotos ai para fazer um comercial de tv quem me fotografou foi um fotografo com o nomne de claudinho ! era no ano de 1985 ou 1986 ! queria saber como faco para ser um garoto propaganda ! entre em contato comigo no meu celular 67 81414006 ou no meu msn boi.junior@hotmail.com e skyp tembem ! eu gostaria de fazer um comercial ! meu face e junior lopes paranaiba meu perfil e um cartaz escrito junior imports ! entre em contato comigo ok ! obrigado !

juninhoboi disse...

gostaria de fazer um comercial me chamo odair lopes junior ! deixei umas fotos min has ai no ano de 1985 que tirou minhas fotos foi o fotohrafo claudinho ! meu celular p contato e 67 81414006

Anônimo disse...

Tive o desprazer de trabalhar como estagiário na Gtec. Péssimo ambiente de trabalho, diretora e coordenadora de produção malucas, nenhum espaço para aprendizado, pressão até sobre quem não é formado (utilizado apenas como mão de obra barata)... Se tivesse na época o conhecimento jurídico e a consciência que tenho hoje, com certeza teria processado a empresa por assédio moral. Que isso fique como dica para aqueles que atualmente sofrem nesse lugar. Abs.